Um comerciante de 19 anos foi autuado em R$ 10 mil pela Polícia Ambiental após ser flagrado recebendo uma encomenda pelos Correios com 10 iguanas em Limeira (SP). Dois dos animais já estavam mortos no momento do flagrante, nesta terça-feira (1°). Ele ainda foi autuado em mais R$ 500 por manter uma ave silvestre em cativeiro.

Os policiais chegaram à casa, no bairro Jardim Boa Esperança, após uma denúncia de comércio ilegal de animais nativos e exóticos. Eles receberam a informação de que uma encomenda com os répteis seria entregue no endereço na terça-feira.

Homem foi multado em R$ 10 mil após receber 10 iguanas em Limeira — Foto: Polícia Ambiental

Ao chegarem no imóvel, o funcionário dos Correios tinha acabado de entregar o pacote. Dentro da caixa, os policiais encontraram as 10 iguanas, sendo que entre elas, duas já tinham morrido.

O homem foi multado em R$ 5 mil por adquirir espécimes da fauna silvestre sem licença ou autorização ambiental, e mais R$ 5 mil por maus-tratos contra os répteis.

Na casa dele também foi encontrada uma ave presa em uma gaiola, da espécie conhecida como trinca-ferro. Como não tinha autorização ambiental para manter a ave, ele foi multado em mais R$ 500.

Caixa com iguanas foi enviada pelos Correios para jovem de Limeira — Foto: Polícia Ambiental
Agentes chegaram na casa após denúncia de que jovem receberia iguanas pelos Correios em Limeira — Foto: Polícia Ambiental

Todos os animais e a gaiola de madeira foram apreendidos e encaminhados para o Centro de Reabilitação de Animais Mata Ciliar, em Jundiaí (SP).

A ocorrência foi apresentada pelos agentes do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) na unidade da Polícia Federal de Piracicaba (SP). Além de pagar a multa, o jovem responde em liberdade por crime ambiental.

Fonte: G1

SHARE